Disfunção das Articulações Sacroilíacas

António Pinto Camelo, Ana Zão

Resumo


A disfunção das articulações sacroilíacas (SI) é uma alteração da biomecânica normal da articulação, levando a uma limitação ou a um movimento excessivo da mesma. Apesar de ser uma patologia relativamente comum, é, frequentemente, subdiagnosticada. O presente estudo visa caracterizar esta entidade, nomeadamente no que concerne à sua anatomia, biomecânica e patofisiologia, assim como descrever os aspectos clínicos mais relevantes e o tratamento. Para tal foi realizada uma revisão narrativa da literatura publicada até Maio de 2016 nas principais bases de dados médicas. As SI incluem-se no grupo das diartroses, sendo as mais fortes e mais estáveis das diartroses que suportam o peso corporal. As forças de torção que se exercem nas SI são bastante consideráveis, e são controladas pelas estruturas ligamentares que as rodeiam, especialmente os ligamentos sacro-espinhosos e sacro-tuberosos. Tanto os músculos isquiotibiais como os abdominais parecem ter um efeito considerável de alavanca, forçando os ilíacos a uma rotação posterior. A história clínica e o exame objectivo (nomeadamente o padrão de flexão do tronco e as manobras específicas) são fundamentais para definir o diagnóstico e excluir outros potenciais diagnósticos diferenciais, nomeadamente a discopatia e a disfunção facetária lombar. O tratamento envolve uma abordagem multimodal que deverá incluir a educação do doente, o tratamento farmacológico, os agentes físicos, as técnicas manuais, de energia muscular e de estabilização e a proloterapia.


Palavras-chave


Articulação Sacroilíaca/diagnóstico; Articulação Sacroilíaca/tratamento; Dor; Instabilidade Articular/diagnóstico; Instabilidade Articular/tratamento

Texto Completo:

PDF

Referências


Grieve E. Lumbo-pelvic rhythm and mechanical dysfunction of the

sacro-iliac joint. Physiotherapy. 1981;67:171-3.

Kapandji A. Fisiologia Articular. 5ª ed. São Paulo: Ed. Panamericana;

Gray H. Sacroiliac joint pain: finer anatomy, mobility and axes of

rotation. Etiology, diagnosis and treatment by manipulation. Int Clin.

;2:54-96

Vleeming A, Schuenke M, Masi A, Carreiro J, Daneels L, Willard F. The

sacroiliac joint: an overview of its anatomy, function and potential

clinical implications. J Anat. 2012;221:537-67. doi: 10.1111/j.1469-

2012.01564.x.

Hershey C. The sacro-iliac joint and pain of sciatic radiation. JAMA.

;122:983-6.

Zaglas Gairdner WT, Barlow. Mechanism of the pelvic articulation.

Edinburgh: Physiological Society; 1851.

Duncan JM. The behaviour of the pelvic articulations in the mechanism

of parturation. Dublin Quart J Med Sci. 1854;18:60–9.

Weisl H. The ligaments of the sacro-iliac joint examined with particular

reference to their function. Acta Anat. 1954; 20:201-13.

Weisl H. The movements of the sacro-iliac joint. Acta Anat.

;23:80–91.

Colachis SC, Worden RE, Bechtol CO, Strohm BR. Movement of the

sacroiliac joint in adult male. Arch Phys Med Rehabil. 1963;44:490–8.

Egund N, Olsson TH, Schmid H, et al. Movements in the sacroiliac

joints demonstrated with roentgen stereophotogrammetry. Acta Radiol

Diagn. 1978;19:833–46.

Goldthwait JE, Osgood RB. A consideration of the pelvic articulations

from an anatomical, pathological and clinical standpoint. Boston Med

Surg J. 1905;152:593-601.

Sashin D. A critical analysis of the anatomy and the pathological

changes of the sacroiliac joints. J Bone Joint Surg. 1930;12:891–910.

Chamberlain WE. The symphysis pubis in the Roentgen examination

of the sacro-iliac joint. Am J Roentgenol. 1930;24:621–5.

Cusi M. Paradigm for assessment and treatment of SIJ mechanical

dysfunction. J Bodyw Mov Ther. 2010;14:152-61. doi:

1016/j.jbmt.2009.12.004.

Laslett M. Evidence-based diagnosis and treatment of the painful

sacroiliac joint. J Man Manip Ther. 2008;16:142-52. doi:

1179/jmt.2008.16.3.142.

Laslett M, Aprill C, McDonald B, Young S. Diagnosis of sacroiliac joint

pain: validity of individual provocation tests and composites of tests.

Man Ther. 2005;10:207-18. doi: 10.1016/j.math.2005.01.003.

Hansen H, Manchikanti L, Simopoulos T, Christo P, Gupta S, Smith H,

et al. A systematic evaluation of the therapeutic effectiveness of

sacroiliac joint intervention. Pain Physician. 2012;15:E247-E278.

Ohkuni I, Ushigome N, Harada T, Ohshiro T, Mizutani K, Musya Y, et al.

Low level laser therapy (LLLT) for patients with sacroiliac joint pain.

Laser Ther. 2011;20:117-21.




DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.206

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação