Submissões

Submissões Online

Já possui um nome de utilizador/senha de acesso à revista Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação?
Acesso

Não tem nome de utilizador/senha?
Registo de utilizadores

O registo no sistema e posterior acesso ou autenticação são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Instruções para Autores

A Revista subscreve os requisitos para apresentação de artigos a revistas biomédicas elaboradas pelo International Commitee of Medical Journal Editors, disponível em www.ICMJE.org.

A política editorial da Revista incorpora no processo de revisão e publicação as Recomendações de Política Editorial (Editorial Policy Statements) emitidas pelo Council of Science Editors, disponíveis em http://www.councilscienceeditors.org/files/public/entire_whitepaper.pdf, que cobre responsabilidades e direitos dos editores das revistas com arbitragem científica.

No endereço http://www.equator-network.org/resource-centre/library-of-health-research-reporting, pode ser encontrada a lista completa dosguidelines disponíveis para cada tipo de estudo, por exemplo, o STROBE (STrengthening the Reporting of OBservational studies in Epidemiology) para estudos observacionais, o COREQ (Consolidated Criteria For Reporting Qualitative Research) para estudos qualitativos, o PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses) para revisões sistemáticas e metanálises e o GRRAS (Guidelines for Reporting Reliability and Agreement Studies) para estudos de confiabilidade. Sugerimos que os autores verifiquem esses guidelines e atendam ao checklist correspondente antes de submeterem seus manuscritos.

Os autores devem assegurar que todas as investigações envolvendo seres humanos foram aprovadas por comissões de ética das instituições a que pertencem os autores, e que a investigação tenha sido desenvolvida, de acordo com a Declaração de Helsínquia da World Medical Association (http://www.wma.net)

Se forem usadas fotografias de doentes, estes devem ter a identidade resguardada ou as fotografias devem ser acompanhadas por uma permissão escrita.

Detalhes de identificação devem ser omitidos, se não essenciais, mas nunca devem ser alterados ou falsificados na tentativa de manter o anonimato.

A declaração relativa à aprovação e consentimento institucional deverá aparecer no início da secção Material e Métodos.

A Revista da SPMFR tem instruções e orientações específicas para a apresentação de artigos. Por favor, leia e analise com cuidado. Os artigos que não são apresentados de acordo com as nossas instruções e orientações têm mais probabilidades de serem rejeitados.

Todos os trabalhos devem ser enviados através do sistema online da revista SPMFR

Os manuscritos devem ser acompanhados de declaração de originalidade e de cedência dos direitos de propriedade do artigo, assinada por todos os Autores.

O texto deve ser enviado em formato digital, a dois espaços, com letra tamanho 12, Times New Roman e com margens não inferiores a 2,5 cm, em Word para Windows. Todas as páginas devem ser numeradas.
 Os Autores devem categorizar os “artigos” submetidos como Artigos Originais, Artigos de Revisão, Casos Clínicos, Cartas ao Editor, Notas Técnicas, etc.

Estrutura - os textos devem ser organizados da seguinte forma:


Na primeira página:


a) Título, (sem autores)

b) Título breve para rodapé

Na segunda página:


a) Título(sem autores);

b) Resumo em português e inglês, que para os artigos 
originais deve ser estruturado da seguinte forma: Objectivos, Material e Métodos, Resultados, Conclusões. O resumo dos artigos originais não deve exceder as 350 palavras e o dos casos clínicos as 200 palavras.

c) Palavras-chave em português e em inglês (Keywords). Um máximo de 5 palavras-chave, utilizando a terminologia que consta no Medical Subject Headings (MeSH),  http://www.nlm.nih.gov/mesh/, deve seguir-se ao resumo.

Na terceira página e seguintes:


Artigos originais: o texto deve ser apresentado com as seguintes secções: Introdução (incluindo Objectivos), Material e Métodos, Resultados, Discussão, Conclusões, Agradecimentos (se aplicável), Bibliografia, Quadros e Figuras.
Os Artigos Originais não deverão exceder as 4.000 palavras, com um total de 6 figuras/tabelas e 60 referências bibliográficas.


Artigos de revisão: Normalmente são solicitados pelo editor-chefe, mas podem ser submetidos quando não solicitados. Tem como objectivo sumariar, analisar, avaliar ou sintetizar informação que já foi publicada. O texto poderá  ter as mesmas secções dos Artigos originais: Introdução (incluindo objectivos); Material e Métodos; Resultados; Discussão; Conclusões; Agradecimentos (se aplicável), Bibliografia (de acordo com as normas publicadas na Revista); Quadros e Figuras. Poderá ser usada a secção Materiais e Métodos para descrever como foi feita a revisão da literatura. Os artigos não devem exceder 6.000 palavras (mínimo 4000 palavras), devem incluir um resumo de 350 palavras, e não deverão ter mais de 100 referências bibliográficas. O uso de tabelas e figuras a cores para sumariar pontos críticos é encorajado (até 6 figuras/ tabelas).


Caso clínico: as secções serão, Introdução, Caso Clínico, Discussão, Bibliografia.
O Caso Clínico não deve exceder as 2.000 palavras e 25 referências bibliográficas. Deve ser acompanhado de figuras ilustrativas. O número de quadros/figuras não deve ser superior a 6.

Cartas ao Editor: devem constituir um comentário a um artigo da revista ou uma pequena nota sobre um tema ou caso clínico. Não devem exceder as 500 palavras, nem conter mais de um quadro/figura e ter um máximo de 6 referências bibliográficas. A resposta(s) do(s) Autor(es) devem observar as mesmas características.

Editoriais: Os Editoriais serão solicitados por convite do Editor. Serão comentários sobre tópicos actuais. Não devem exceder as 1.200 palavras, nem conter mais de um quadro/figura e ter um máximo de 15 referências bibliográficas.
 A partir da segunda página, inclusive, todas as páginas devem ter em rodapé o título breve indicado na página 1.

Consenso: O colégio da especialidade, as entidades oficiais e / ou grupos de médicos que desejem publicar consensos, poderão submete-los à Revista da SPMFR. Poderá ser acordada a publicação de uma versão resumida na edição impressa cumulativamente à publicação da versão completa no site da Revista. O objetivo dos Consensos é orientar a prática clínica (por exemplo, diretrizes, parâmetros de prática, recomendações). Deve descrever: O problema clínico a ser abordado; o mecanismo pelo qual o consenso foi gerado; uma revisão da evidência para o consenso (se disponível), e a sua utilização na prática.

Imagem de MFR: Apresentação sucinta com imagens interessantes, novas e altamente educativas para destacar informação pertinente.

Devem incluir um título em português e em inglês com um máximo de oito palavras e um texto com um máximo de 200 palavras. Não podem ter mais de três autores e cinco referências bibliográficas. Não precisam de resumos. Só são aceites imagens que não tenham sido previamente publicadas.

Perspectiva: Artigos elaborados por convite do Conselho Editorial. Podem cobrir uma grande diversidade de temas com interesse para a Medicina Física e Reabilitação: problemas actuais ou emergentes, gestão e política de saúde, história da reabilitação, ligação à sociedade, epidemiologia, etc. Não precisam de resumo. A contagem da palavra: até 2 000. Podem ter até 2 Tabelas / Figuras e até 10 referências.

Artigo de Revisão Sistemática: A revisão sistemática deve seguir o formato: Introdução (inclui a justificação e objectivo do artigo), Métodos, Resultados, Discussão e Conclusões. O assunto deve ser claramente definido. O objetivo de uma revisão sistemática é produzir uma conclusão baseada em evidências. Os métodos devem dar uma indicação clara da estratégia de pesquisa bibliográfica, a extracção de dados, classificação e análise de evidências. Siga as PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses) guidelines disponíveis em http://www.prisma-statement.org/ Não deve exceder 6 000 palavras, excluindo referências e ilustrações. O resumo deve ser estruturado e até 400 palavras. Não deverá ter mais de 100 referências bibliográficas. O uso de tabelas e figuras para sumariar pontos críticos é encorajado, mas até 10.

Bibliografia: As referências bibliográficas devem ser classificadas e numeradas por ordem de entrada no texto. Devem ser identificadas no texto com algarismos árabes em expoente. Exemplo: “...groups of chronic hemiplegic patients improved after either PBWS1 with gait trainer or Bobath treatment.1 Only subjects undergoing PBWS2-5 with gait trainer maintained functional gain after 3 months.2

As abreviaturas usadas na nomeação das revistas devem ser as utilizadas pelo Index Medicus Journal Abbreviations  ftp://nlmpubs.nlm.nih.gov/online/journals/ljiweb.pdf

Notas:
 Não indicar mês da publicação.
 Nas referências com 6 ou menos Autores devem ser nomeados todos. Nas referências com 7 ou mais autores devem ser nomeados os 6 primeiros seguidos de “et al”.
Seguem-se alguns exemplos de como devem constar os vários tipos de referências.


Artigo:
Apelido Iniciais do(s) Autor(es). Titulo do artigo. Titulo da revistas [abreviado]. Ano de publicação ;Volume (Número): páginas.
 Dias D, Laíns J, Pereira A, Nunes R, Caldas J, Amaral C, et al. Can we improve gait skills in chronic hemiplegics? A randomised control trial with gait trainer. Eura Medicophys. 2007;43(4):499-504


Monografia: 
Autor/Editor AA. Título: completo. Edição (se não for a primeira). Vol.(se for trabalho em vários volumes). Local de publicação: Editor comercial; ano. pág (s)
1.Com Autor:
 Atlas SW. Magnetic resonance imaging of the brain and spine. 3rd ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins; 2004
2. Com editor:
 Brown AM, Stubbs DW, editors. Medical physiology. New York: Wiley; 1983


Capítulo de monografia:
 Blaxter PS, Farnsworth TP. Social health and class inequalities. In: Carter C, Peel JR, editors. Equalities and inequalities in health. 2nd ed. London: Academic Press; 1976. p.165-78

Proceeding de Conferência:
Harnden P, Joffe JK, Jones WG, editors. Germ cell tumours V. Proceedings of the 5th Germ Cell Tumour conference; 2001 Sep 13-15; Leeds, UK. New York: Springer; 2002.


Relatório Científico/Técnico:Lugg DJ. Physiological adaptation and health of an expedition in Antarctica: with comment on behavioural adaptation. Canberra: A.G.P.S.; 1977. Australian Government Department of Science, Antarctic Division. ANARE scientific reports. Series B(4), Medical science No. 0126

Documento electrónico:
 1.CD-ROM
Anderson SC, Poulsen KB. Anderson’s electronic atlas of hematology [CD-ROM]. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2002.
2.

Resumo de um Artigo da Internet: 
Leroy EM, Telfer P, Kumulungui B, Yaba P. A serological survey of Ebola virus infection in central African nonhuman primates. J Infect Dis [abstract]. 1985;190(11). [consultado em 2005 Jun 30].Disponível em: ProQuest. http://www.umi.com/proquest/.

Monografia da Internet: 
Van Belle G, Fisher LD, Heagerty PJ, Lumley TS. Biostatistics: a methodology for the health sciences [e- book]. 2nd ed. Somerset: Wiley InterScience; 2003 [consultado 2005 Jun 30]. Disponível em: Wiley InterScience electronic collection

Homepage/Website: Cancer-Pain.org [homepage na Internet]. New York: Association of Cancer Online Resources, Inc.; c2000-01; [consultado 2002 Jul 9]. Disponível em: http://www.cancer-pain.org/.

A exactidão e rigor das referências são da responsabilidade do Autor

Quadros e Figuras: Quadro/Figuras devem ser numerados na ordem em que são citadas no texto e assinaladas em numeração árabe e com identificação, figura/tabela/quadro.
 As imagens devem ser apresentadas em páginas separadas, em condições de reprodução.. Devem ser acompanhadas da respectiva legenda.

A inclusão de figuras e/ou tabelas já publicadas, implica a autorização do detentor de copyright (autor ou editor). A publicação de ilustrações a cores é gratuita.

Material gráfico deve ser entregue em um dos seguintes formatos: Bitmap (. Bmp), GIF (. Gif), JPEG (. Jpg), Pict (. Pic), Portable Document Format (. Pdf), TIFF (. Tif), Excel.

Provas tipográficas - serão da responsabilidade do Conselho Editorial, se os Autores não indicarem o contrário. Neste caso elas deverão ser feitas no prazo determinado pelo Conselho Editorial, em função das necessidades editoriais da Revista.

Errata e Retrações: Publica alterações, emendas ou retracções a um artigo anteriormente publicado. Após publicação outras alterações só podem ser feitas na forma de uma errata.

Nota final - para um mais completo esclarecimento sobre este assunto aconselha-se a leitura do Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals International Commitee of Medical Journal Editors), disponível em www.ICMJE.org

 

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita e não se encontra sob revisão ou para publicação por outra revista. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".

  2. Os ficheiros para submissão encontram-se em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF

  3. URLs para as referências foram fornecidas quando disponíveis.

  4. O texto está em espaço duplo; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (excepto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.

  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Instruções para Autores, na secção Sobre a Revista.

  6. O corpo do artigo não apresenta qualquer menção aos autores ou instituições.

 

Declaração de Direito Autoral

Os manuscritos devem ser acompanhados de declaração de originalidade, Autoria e de cedência dos direitos de propriedade do artigo, assinada por todos os Autores.

Quando o artigo é aceite para publicação é obrigatória a submissão de um documento digitalizado, assinado por todos os Autores, com a partilha dos direitos de  Autor entre  Autores e a Revista SPMFR, conforme minuta:

Declaração Copyright

Ao Editor-chefe da Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e Reabilitação

O(s) Autor(es) certifica(m) que o manuscrito intitulado:

____________________________________________________________________ (ref.Revista da SPMFR_________) é original, que todas as afirmações apresentadas como factos são baseados na investigação do(s) Autor(es), que o manuscrito, quer em parte quer no todo, não infringe nenhum copyright e não viola nenhum direito da privacidade, que não foi publicado em parte ou no todo e que não foi submetido para publicação, no todo ou em parte, noutra revista, e que os Autores têm o direito ao copyright.

Todos os Autores declaram ainda que participaram no trabalho, se responsabilizam por ele e que não existe, da parte de qualquer dos Autores conflito de interesses nas afirmações proferidas no trabalho.

Os Autores, ao submeterem o trabalho para publicação, partilham com a Revista da SPMFR todos os direitos a interesses do copyright do artigo.

Todos os Autores devem assinar

Data:

Nome(maiúsculas)

Assinatura

Relativamente à utilização por terceiros a Revista da SPMFR rege-se pelos termos da licença Creative Commons “Atribuição – uso Não-Comercial – Proibição de Realização de Obras derivadas (by-nc-nd)”.

Após publicação na Revista SPMFR, os Autores ficam autorizados a disponibilizar os seus artigos em repositórios das suas instituições de origem, desde que mencionem sempre onde foram publicados.

 

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços fornecidos nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.