Iontoforese de Toxina Botulínica Tipo A na Hiperidrose Palmar

Moisés Henriques, José Costa

Resumo


Introdução: O aperto de mão é uma forma de interação com os que nos rodeiam e pode ser limitado pela hiperidrose palmar, uma doença que tem grande impacto nas relações afetivas, laborais e sociais. Este estudo tem como objetivo rever as evidências existentes sobre a eficácia da toxina botulínica tipo A no tratamento off-label da hiperidrose palmar e consequente impacto na qualidade de vida, e também o papel da iontoforese como método de administração da toxina.

Material e Métodos: A expressão “”botulinum toxin” AND “palmar hyperhidrosis” AND (“quality of life” OR “iontophoresis”)” foi pesquisada nas bases de dados eletrónicas PubMed, Cochrane e PEDro.

Resultados: A toxina botulínica tipo A, apesar do seu custo e efeito terapêutico transitório, é uma opção válida no tratamento de doentes com sudorese severa que não respondem aos tratamentos tópicos. Os benefícios da utilização da toxina botulínica tipo A para reduzir a hiperidrose palmar foram documentados em diversos estudos, sendo relatada uma melhoria significativa na qualidade de vida após o tratamento. A injeção palmar de toxina botulínica é no entanto muito dolorosa. Estudos anteriores demonstraram que a toxina botulínica tipo A pode ser eficazmente administrada nas palmas das mãos por iontoforese com um impacto favorável na qualidade de vida.

Conclusões: A hiperidrose palmar, pode originar situações sociais e profissionais constrangedoras, bem como ter um impacto psicológico sobre os doentes afetados. A injeção de toxina botulínica tipo A reduz a produção de suor nas mãos, mas este procedimento tem limitações. A toxina botulínica tipo A administrada por iontoforese alia uma técnica não invasiva e barata a uma opção terapêutica segura e eficaz no tratamento da hiperidrose palmar.

A toxina botulínica tipo A, mesmo quando administrada por iontoforese, é uma opção de tratamento eficaz para a hiperidrose palmar e esse facto reflete-se positivamente na qualidade de vida dos doentes. Considerando as evidências estabelecidas, é importante rever esta utilização off-label.


Palavras-chave


Hiperidrose; Toxina Botulínica Tipo A; Iontoforese; Qualidade de Vida

Texto Completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação