Sinoviortese Química na Artrite Idiopática Juvenil

Filomena Melo, Susana Marques, Carla Dias, Iva Brito

Resumo


Introdução: A sinoviortese química (SQ) é um procedimento frequentemente utilizado no tratamento de doentes com artrite activa num reduzido número de articulações. Esta técnica consiste na administração intra-articular de um agente terapêutico, e.g., um corticóide de longa duração de acção. A sua aplicação em crianças está descrita desde 1979. Actualmente, está recomendada no subtipo oligoarticular de artrite idiopática juvenil (AIJ), sendo também utilizada noutros subtipos de AIJ quando presente artrite refractária à terapêutica conservadora.

Objectivos: Avaliar a eficácia e a segurança deste procedimento nos doentes com AIJ refractários à terapêutica sistémica.

Material: Vinte e seis doentes (6 rapazes, com uma idade média de 13,4 anos), que preenchiam os critérios de AIJ propostos pela ILAR (2 AIJ sistémica, 20 AIJ oligoarticular, 1 AIJ poliarticular FR-positivo, 2 AIJ poliarticular FR- negativo e 1 AIJ psoriática), foram incluídos neste estudo. Foram realizadas 37 sinoviorteses de Janeiro de 2006 a Dezembro de 2009, utilizando-se o acetonido de triamcinolona (35) ou o hexacetonido (2).

Método: Foi efectuada uma revisão retrospectiva, aplicando-se para a colheita dos dados um protocolo, que incluía informações demográficas, caracterização da doença, evolução e seguimento após sinoviortese química. Para organização e análise dos dados foram utilizados os programas Microsoft Excel 2003 e SPSS Statistics 17.0 for Windows.

Resultados: Em média a doença apresentava 27,4 meses de evolução e o tempo médio de seguimento foi de 6,3 anos. Seis casos apresentaram recidiva. No subtipo oligoarticular 92,9% das articulações infiltradas aos 24 meses não apresentavam actividade inflamatória versus 62,5% nos outros subtipos de AIJ. Quinze doentes foram considerados em remissão clínica, com uma tendência para o subtipo oligoarticular (X2(1) =5.38, p=0,020). Complicações associadas ao procedimento ocorreram em 2 casos (atrofia subcutânea).

Discussão e Conclusão: Verificamos uma associação positiva entre o subtipo oligoarticular de AIJ e remissão clínica, apesar do número limitado da nossa amostra. A sinoviortese química é um procedimento efectivo e seguro no tratamento da artrite inflamatória em doentes pediátricos com AIJ, sobretudo no subtipo oligoarticular, sugerindo fortemente a sua utilização como terapêutica de 1a linha na AIJ oligoarticular.

Palavras-chave: Artrite Idiopática Juvenil; Infiltração Intra-articular; Acetonido de Triamcinolona.


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.4

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação