Osteoporose na idade pediatrica

Sanda Camacho, Pedro Melo, Ana Luísa Pestana, Rita Martins

Resumo


A osteoporose é uma doença sistémica caracterizada por diminuição da massa óssea e alteração damicroarquitectura do tecido ósseo, o que predispõe a um aumento do risco de fractura. Apesar dos estudosincidirem sobre a perda de massa óssea na população com idade avançada, começa a ser claro que a quantidadede osso formada durante o crescimento (90% da mineralização óssea ocorre nas primeiras duas décadas da vida)é também um factor determinante da qualidade do mesmo no futuro.A adequada actividade física com sobrecarga, a dieta, o índice de massa corporal e o balanço hormonal sãofactores importantes na prevenção de osteoporose e evicção de fracturas.Nas crianças, a osteoporose é secundária a doenças crónicas e a iatrogenia. O método de quantificação e avaliaçãoda osteoporose mais frequentemente utilizado é a absorciometria radiológica de dupla energia (DEXA). Aterapêutica baseia-se na administração de fármacos de remodelação óssea complementada por técnicascinesiológicas que promovam a actividade física em carga. O diagnóstico e a terapêutica precoce têm comoobjectivo a prevenção das complicações e a melhoria da qualidade de vida destes doentes.

Palavras-chave: Osteoporose; Criança; Densitometria; Cinesiologia aplicada; Terapêutica Farmacológica.


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.38

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação