Mão reumatóide: programa domiciliário de exercícios e higiene articular

Inês Campos, João Páscoa Pinheiro, Jorge Laíns

Resumo


Objetivos: O presente trabalho consiste na análise de estudos considerados relevantes, com vista à elaboração deum folheto destinado a fomentar a proteção articular e a realização de exercícios para a mão do doente comartrite reumatóide (AR).

Material e métodos: Foi feita uma pesquisa bibliográfica sobre programas de higiene articular e de exercícios emdoentes com AR; foram selecionados cinco estudos que apresentavam um grau de qualidade mais elevado e comoutcomes adequados ao pretendido (dor, sinais inflamatórios, força muscular e função).

Resultados: Os vários estudos analisados demonstraram efeitos benéficos de vários programas de exercícios e dehigiene articular em termos de dor, rigidez, força de preensão e função do membro superior. Os efeitos benéficosdestes programas mantêm-se a longo prazo. Não basta o fornecimento de informação - é necessária demonstração e repetição.

Conclusões: Os programas melhor tolerados e mais eficazes são os que combinam medidas de higiene articular,exercícios de amplitude e fortalecimento muscular, com repetições crescentes. A partir dos dados retirados dosvários estudos, os autores elaboraram um folheto que consideram ser adequado para os doentes com AR, comoparte de um programa abrangente de Reabilitação.

Palavras-chave: Artrite Reumatóide; Educação para Doentes; Mão.


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.28

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação