Reabilitação Funcional – um Componente Fundamental do Tratamento das Miopatias Inflamatórias

Sabrina Pimentel, Iva Brito

Resumo


As miopatias inflamatórias (miosites) são doenças auto-imunes sistémicas caraterizadas por inflamação muscular crónica de causa desconhecida. Clinicamente, traduzem-se por diminuição da força e endurance musculares. O seu tratamento é essencialmente farmacológico, contemplando corticoterapia e imunossupressores. A intervenção da Medicina Física e de Reabilitação visa a prevenção de complicações, a otimização da função, a promoção da autonomia na realização das atividades quotidianas e a melhoria da qualidade de vida.

Este artigo de revisão pretende ser demonstrativo da intervenção da Medicina Física e de Reabilitação no tratamento das miopatias inflamatórias. Para tal, efetuou-se uma pesquisa bibliográfica em bases de dados como PubMed, EMBASE WebSPIRS, Cochrane Library e Cochrane Database of Systematic Reviews de artigos originais relevantes, revisões sistemáticas e meta-análises, utilizando “miopatias inflamatórias” e “reabilitação” como termos MeSH (Medical Subject Headings).

A intervenção da Medicina Física e de Reabilitação parece ser fundamental, contribuindo significativamente para a melhoria da capacidade funcional e da qualidade de vida dos doentes com estas patologias. No entanto, para conclusões mais assertivas, serão necessários mais e maiores estudos randomizados e controlados.

Palavras-chave: Miopatias Inflamatórias; Reabilitação. 


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25759/spmfr.110

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação